Como tudo começou e o nosso objectivo

Como tudo começou:

Tinha apenas 5 anos e ao ver o filme ''O Porquinho Babe''  apaixonei me pelos cães do filme,  não sabia o que eram nem que raça eram. Eram apenas uns cães pretos e brancos, e eu mal sabia eu onde iria dar esta paixão.

Desde muito nova que parte do meu dia se resumia a passar horas a pesquisar bases de dados sobre genética, linhas, criadores, doenças comuns na raça, etc. Tentava sempre aprender o máximo  possível, falava com inúmeros criadores do estrangeiro, que já eram grandes nomes na raça para aprender mais.

Aos 14 anos, depois de tanta procura e de tanto tentar persuadir a minha mãe, lá consegui realizar o meu grande sonho. Finalmente ia ter o meu primeiro Border Collie. 
A minha primeira cadela foi a Pandora. Vi-a  nascer e acompanhei todo o seu desenvolvimento, até ir para minha casa. A Pandora foi a Fundadora do meu canil, comecei com ela esta jornada, esta minha nova aventura. 

( A Pandora faleceu a Março 2020, deixando um vazio muito grande na nossa casa, mas uma felicidade por ter feito parte da minha vida, e por tanto que me ensinou)

29791177_2145943085419005_27924745970698

Eu e a Pandora em 2006

14354940_1423298727683448_47474387397275
10299005_973966922616633_404095696661105

" No one can fully understand the meaning of love unless he's owned a dog."

- Gene Hill

Vivemos numa Quinta situada em Cascais, os nossos cães vivem em casa, onde nascem e crescem num ambiente familiar, sendo socializados desde muito pequenos. 

 De modo a tornar o meu trabalho de socialização mais eficaz, levo todos os dias os meus cães a passear por praias, parques etc, para que estejam habituados ao maior numero de situações que podem vir a ser sujeitos. 

Em casa, têm contacto com alguns animais tais como gatos, galinhas, ovelhas e cavalos, etc...

É com muito orgulho que digo que crio os meus cães como filhos. Proporcionando lhes uma vida repleta de amor e carinho. 

O meu objectivo na criação é criar cães saudáveis. Todos os meus reprodutores são testados à displasia da anca, cotovelo e ombro e tambem as doenças genéticas mais comuns da raça, como

CEA, CL, TNS, Glaucoma, Hiplaxity 1, Hiplaxity 2 , IGS, Caninine Malignant Hypertherm, PLL, Cystinuria Type II,

Sensory Neuropathy e Raine Symdrome 

Todos os meus cães são aptos para actividades que os novos donos desejarem realizar com os mesmos.

Procuro nas minhas linhas um bom equilíbrio entre a beleza e a inteligência capaz de ser um cão versátil e capaz de fazer qualquer trabalho. 

Gostamos sempre de manter contacto com os cachorros que saiem de nossa casa, porque para nós serão sempre parte da grande família que é o afixo Bealtaine. Quem opta por adquirir um cachorro do nosso afixo tem uma nova família garantida, podendo contar connosco para qualquer dúvida.